Quais os resultados que o Marketing de Conteúdo traz?
Home / Marketing Digital / Marketing de Conteúdo / Quais os resultados que o Marketing de Conteúdo traz?
Pessoa digitando em notebook usando o Google Docs

Quais os resultados que o Marketing de Conteúdo traz?

entro da estratégia inbound, a mensuração é uma etapa importantíssima de todo o processo. E sinceramente: não existe nenhuma métrica tão bonita de ver quanto os resultados do marketing de conteúdo.

É igual o Natal. Você fica o ano inteiro esperando que tudo dê certo no dia 25 e aí ganha o melhor presente da sua vida. Os resultados do marketing de conteúdo, para quem dedica sua vida a ele, têm um impacto enorme.

Mas que resultados são esses? Como eles vêm e quando esperá-los? Esse é um assunto muito importante, porque muita gente acha que é só começar um blog que mês que vem já tem milhares de pessoas querendo orçamento.

Não é assim. O marketing de conteúdo é um trabalho lento, mas uma vez que dá resultado, eles não vão embora.

Vamos conversar mais sobre isso?

Os resultados do marketing de conteúdo vêm no aumento de visitas ao site

Na Cubo Amarelo, somos especialistas em Inbound e conteúdo. É o que gostamos de fazer e o que fazemos melhor.

O marketing de conteúdo em si tem inúmeras formas. E-mail é conteúdo. Vídeo é conteúdo. Blog é conteúdo. Mas entre essas três abordagens mais evidentes, essas três cores básicas do prisma gigante que é o conteúdo, o blog é o que mais traz visitas orgânicas para o site.

Gráficos do Analytics mostrando o número de visitas semanais de um blog de cliente da Cubo, com 5,3 mil usuários.

O que um blog consegue fazer é atrair visitantes além do que a home do seu site consegue trazer. O exemplo acima deixa isso bem claro: por semana, levamos mais de 5 mil pessoas somente através da busca orgânica.

Ou seja, são 5 mil pessoas que nem estavam pensando em acessar o site da marca, mas que agora já estão nele.

Os resultados em números sempre vão variar de blog para blog por fatores que vão muito além da estratégia editorial e do trabalho em SEO, mas o objetivo é sempre o mesmo: alcançar o máximo possível de visitas orgânicas, ou seja, aquelas que vieram diretamente do Google.

Gráficos do Analytics mostrando a fonte de tráfego do blog OpenK, cliente da Cubo, com 91,9% orgânico.
Dentre todos os canais, quanto mais tráfego orgânico, melhor. Ele é praticamente grátis. No blog da OpenK, temos 92% do tráfego originário completamente orgânico.

A estratégia da cauda longa para atrair mais visitantes

Vamos supor que você seja um dos nossos clientes, a OpenK, que já trabalha uma estratégia de blog há algum tempo.

Você quer atrair pessoas para o seu site para que elas conheçam seus produtos digitais e seus serviços. Mas há um número limitado de palavras-chave que você consegue inserir no conteúdo da homepage, porque ele próprio é limitado.

E todas as pessoas que estão procurando por coisas específicas, que não entraram no conteúdo do seu site por falta de espaço?

O blog atua nesse sentido através da estratégia de cauda longa.

O que ele faz é expandir o leque de palavras-chave que um site tem. As próprias palavras chave são os termos buscados pelas pessoas no Google para encontrar respostas. Alguns exemplos do blog da OpenK, que trabalhamos:

  • dia do cliente;
  • importar da china;
  • frete grátis no mercado livre como funciona;
  • política de privacidade;
  • estoque zero no e-commerce.

Dentre outras. Isso é o que as pessoas estão perguntando ao Google. Quando nós temos textos que usam essas palavras-chave, o resultado é sempre sucesso: Tabela de visitas dos textos do blog OpenK, com número de visualizações e tempo médio na página

Perceba como o número de visitas (30.614) não está concentrado em um texto só, mas dividido em vários.

A ideia da cauda longa é essa: quanto mais textos você escrever, mais palavras-chaves vai abordar e mais visitas vai ter.

Poderíamos usar termos mais gerais? Até sim. Mas quanto mais longa for uma palavra-chave, mais específica ela vai ser. A ideia é ir construindo um banco de dados de textos, que com o tempo vão aparecendo no Google toda vez que ela é pesquisada.

E aí entramos em um outro ponto:

Quanto tempo demora para ver os resultados do marketing de conteúdo?

Como muito no marketing digital, depende.

Não acredite em quem te diz “em três meses coloco seu blog nas melhores posições do Google” sem nem conhecer sua marca, seu segmento, seu site e sua concorrência.

Isso porque existem vários fatores que vão fazer com que uma estratégia de marketing de conteúdo dê certo – especialmente uma estratégia de blogs com foco no topo de funil.

Porém, o que podemos adiantar, mesmo sem conhecer sua empresa, é que os resultados do marketing de conteúdo vêm a longo prazo.

Normalmente, um blog de sucesso têm um gráfico de evolução de visitas parecido com esse:

Gráfico com evolução de visitas do blog de um cliente da Cubo, de 2016 a 2021, mostrando evolução a partir de 2019.

Perceba que a evolução começou no final de 2018 e no início de 2019. Esse é um blog real, do mesmo atacadista que mostramos no início do texto.

O que está acontecendo aqui é simples: o blog existe desde 2016. Sem estratégia, ele passou 2016 e 2017 com um ritmo de crescimento muito lento. Assumimos a redação em 2018 e mesmo assim, ao longo do ano, não tivemos crescimento nas visitas. Foi em 2019 que tudo mudou.

Um ano depois das primeiras postagens, elas começaram, todas, a aparecer na primeira página do Google para as palavras-chave que usamos. E não pararam mais. E nunca vão parar.

Esse é o principal ponto dos resultados de uma estratégia de marketing de conteúdo: uma vez que eles disparam, não param. Os textos já estão lá, as palavras chave já estão bem rankeadas no Google, a única coisa que pode tirar o interesse do blog é se o volume de buscas de todas as palavras-chave que trabalhamos (são centenas delas) desaparecer.

E isso é muito, mas muito improvável. E mesmo que aconteça, conforme a estratégia vai se desenvolvendo, novas palavras-chave vão surgindo. É um ciclo que se alimenta sozinho.

Quais são os resultados do marketing de conteúdo em vendas?

Ainda sobre nosso cliente do atacado, só em 2020 seu blog foi o maior canal de visitas no site e o maior gerador de vendas vindo de página externa.

Mas quando o assunto é venda, o marketing de conteúdo deixa de ser só blog. Ele passa a se encaixar no funil de vendas, considerando o topo (onde o blog fica), meio e fim.

No meio e fundo de funil, as principais estratégias são materiais ricos (como e-books e infográficos) e automação de e-mail.

Ao longo do ano, nossas principais campanhas de e-mail geraram mais de 10.000 conversões. Isso com um material barato (praticamente texto) e um investimento mínimo em uma plataforma de disparo.

Os resultados em vendas vêm quando o topo de funil está saudável. Depois disso, o marketing de conteúdo se transforma e consegue entregar vendas mês a mês.

Imagem vetorizada apresentando funil de vendas em frente a tela de computador, com usuários entrando e dinheiro saindo.

A questão é que quanto mais descemos o funil, menos os resultados de marketing de conteúdo são “só conteúdo”. Passamos a envolver a área comercial da empresa e outros fatores começam a entrar em cena.

Um cliente antigo nosso, o Ekasa, aumentou 91% do seu faturamento com uma campanha de e-mails simples. De onde captamos esses e-mails? Com a newsletter do blog.

O topo do funil não é o topo à toa. Ele é que gera a base de leads, é ele que mantém um banco de leitores só esperando para se tornarem oportunidades para a venda.

No fim das contas, o maior resultado é esse. É como num jogo de futebol: alguém cruza pra outro… bater? Cabecear? Paciência comigo, sou péssimo em metáforas de futebol, mas de topo de funil eu entendo.

Sobre Thiago Sgobero

Vindo da mesma cidade em que nasceu Drummond, tem no sangue o amor pela linguagem, e no marketing de conteúdo é onde exerce sua paixão sem medo de ser feliz. Com muita história pra contar e a certeza absoluta de que quem tem boca vai mesmo à Roma, quer transformar o mundo com a força das palavras - principalmente se elas forem palavras-chave.

Confira também

Mulher escrevendo de lápis em um caderno. Em sua frente um notebook aberto.

Da letras para a publicidade: uma trajetória improvável, mas possível

Esse texto é sobre segundas opções e como elas podem trazer grandes surpresas na vida. …