Entenda de uma vez qual a diferença entre o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo!

Você provavelmente já ouviu falar em Inbound Marketing e também em Marketing de Conteúdo, mas você sabe a diferença entre eles?

É muito comum que algumas pessoas confundam os dois termos, e isso acontece por um motivo muito simples: o Marketing de Conteúdo faz parte da estratégia de Inbound! 

O objetivo central do Inbound Marketing, que também pode ser lido como Marketing de Atração, é fazer com que a sua marca chegue ao público de uma forma mais orgânica, trazendo para perto aqueles que realmente querem comprar seu produto. 

Para isso, uma estratégia personalizada – a partir dos objetivos do negócio e das particularidades da audiência – é responsável por criar um relacionamento de proximidade e confiança com possíveis clientes, utilizando um conjunto de técnicas, como: 

  • Mapeamento de Público-alvo;
  • SEO; 
  • Marketing de Conteúdo. 

Essa é a explicação curta, mas se você quer entender de uma vez por todas a diferença entre o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo e como utilizar deles pode aumentar suas vendas, continue com a gente! 

Atrair sempre, mas não a qualquer um! 

O Marketing de Atração ganhou força no mercado a partir do momento em que as pessoas começaram a escolher o que queriam ver na internet. 

Nós escolhemos a quais vídeos assistir, em quais sites queremos pesquisar e escolhemos também quando ignorar publicidades que não nos mostram assuntos que nos despertam interesse. 

Assim, se tornou claro que impactar um número muito grande de pessoas, sem nenhum critério de prioridade, exigia um investimento muito maior em relação ao retorno. 

E se hoje temos recursos inteligentes para segmentar nossa audiência – a partir das atividades em redes sociais e também no Google – por que não utilizar essas informações para aproximar pessoas que têm mais chances de comprarem de você? 

Uma das maneiras de atingir esse objetivo é através do mapeamento de público-alvo e da produção de um conteúdo informativo de qualidade, que faça sentido com os interesses do seu estilo de consumidor. 

As quatro etapas principais do operação de Inbound

As quatro principais etapas do Marketing de Atração levam em consideração o Funil de Vendas, sistema que é utilizado para entender o caminho de convencimento do público, até a venda. Essas etapas são: 

  • Atração;
  • Conversão;
  • Venda; 
  • Consolidação.

Em primeiro lugar, o cliente em potencial deve tomar conhecimento da sua marca, e esse reconhecimento, geralmente, é feito a partir das redes sociais, ou pela pesquisa de tópicos relacionados ao seu produto, que levarão pessoas até o site da empresa. 

Nesse momento, é importante que seu visitante receba um direcionamento, que o fará compartilhar com você um canal de contato, geralmente o e-mail, tornando-se assim um lead

A partir disso você terá uma rede de comunicação aberta com ele, então o papel do Inbound será de convencimento e reforço de que o seu produto é a solução para o problema ou desejo do lead, encaminhando-o para a compra efetiva. 

Por fim, a marca deve deixar uma boa impressão no consumidor, pois isso pode levar ao seu retorno ou indicação do seu serviço para outras pessoas. 

No Inbound Marketing a produção de conteúdo é feita a partir de temas que façam sentido para o público, agregando valor à marca.
O-Conteúdo-do-Inbound-Marketing

O Marketing de Conteúdo é um forte integrante do conjunto de ferramentas utilizadas na atração de clientes. A alimentação dessa técnica será responsável pela caminhada do potencial cliente pelas etapas explicadas anteriormente. 

Blog 

Manter um blog atualizado e relevante é muito importante, pois é a partir dele que seu site aparecerá no Google. 

Você já deve ter notado que, muitas vezes, quando você procura por alguma informação na internet, a resposta costuma aparecer dentro de um blog, e que esse blog pertence à uma empresa. 

Mesmo que esse post específico não esteja tentando te vender nada, ele introduz a ideia de que essa marca pode responder à sua pergunta, então o relacionamento começa. 

Ao lado do conteúdo de qualidade, o SEO de um blogpost deve ser impecável, já que a primeira página do Google é sempre bem concorrida. 

SEO refere-se à otimização para ferramentas de busca. São práticas que tornam a página mais acessível ao Google, que vão desde a frequência da utilização de palavras-chave, até a melhoria de URLs do site.

Presença digital 

Redes sociais são uma ótima janela para o consumidor. A partir delas é possível engajar e aproximar seu público, o que é ótimo para o relacionamento de confiança. 

Trabalhar temas relevantes e disponibilizar links para o seu site são ótimas maneiras de utilizar essas plataformas! 

Materiais Ricos 

Oferecer materiais exclusivos, como um E-book, por exemplo, em troca de um endereço de e-mail é uma boa forma de iniciar uma comunicação mais personalizada. 

Quando o visitante decide baixar seu material ele já está dando um passo à frente, mostrando que ele gostou do que viu no seu site e que gostaria de ter mais informações. 

E-mail Marketing

O contato direto com o lead faz toda a diferença. Através do e-mail você pode divulgar ofertas de acordo com o interesse daquela pessoa e comunicar novidades, o que faz com que o lead esteja sempre lembrando de você e da sua atenção ao problema/desejo dele. 

Mas cuidado: a estratégia de e-mail deve ser muito bem analisada, levando em consideração a taxa de abertura e o envio para spam, para que seus contatos não se incomodem com um número elevado de mensagens e a comunicação não se torne indesejada. 

Por que investir em Inbound Marketing?

Por focar em um público mais específico e não em um tão abrangente, os custos são bem menores do que em estratégias de Outbound Marketing. Trabalhando bem suas técnicas é possível ter um Custo de Aquisição de Clientes (CAC) baixo e um Retorno Sobre Investimento (ROI) mais alto. 

O CAC e o ROI são duas das métricas utilizadas para calcular o sucesso das campanhas. No próximo texto vamos contar para você mais sobre o sistema de métricas do Inbound. O CAC, por exemplo, divide o valor total da ação de Marketing pelo número de novas vendas, assim você sabe quanto gastou para adquirir cada novo cliente! 

Além disso, o seu investimento será a longo prazo, já que os blogs e as redes sociais estarão ativas por um bom tempo, e se o SEO for bem trabalhado, continuarão aparecendo no Google mais facilmente. 

Por fim, a imagem da sua marca será muito bem impactada por essa estratégia. Quando bem executadas, as atividades de conteúdo e comunicação direta farão com que as pessoas lembrem sempre de você! 

Conclusão

Ufa, foi muita informação, não é mesmo? Se você chegou até aqui tenho certeza de que conseguiu ter uma visão ampla da capacidade de crescimento que o Inbound Marketing oferece, além de entender como funciona a criação de conteúdo dentro dessa técnica. 

Aparecer é muito importante, mas aparecer para as pessoas certas tem menor custo e maior retorno!

Agora você entende como o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo se complementam na atração de clientes para o aumento de vendas, e a Cubo trabalha junto com você para alcançar seu objetivo! Acesse nossa página de contato e garanta que sua marca chegue até o público certo! 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

cuboamarelo

Você provavelmente já ouviu falar em Inbound Marketing e também em Marketing de Conteúdo, mas você sabe a …

cuboamarelo

O algoritmo de busca do Google é uma das ferramentas tecnológicas mais influentes já criadas no mundo. Estima-se …

cuboamarelo

Hoje vamos falar para você as vantagens da utilização dessa técnica que não para de crescer no mercado

Inscreva-se no Blog

Quer receber nossos conteúdos por e-mail sempre que tiver novidades? Assina aí a nossa newsletter!