Como fazer uma newsletter semanal para sua empresa

Escrever bem é só o começo de como fazer uma newsletter semanal. Neste texto te mostramos o que mais você vai precisar fazer.

Uma das experiências mais legais no conteúdo é criar um relacionamento com seu público por e-mail. Pra isso, você vai precisar saber como fazer uma newsletter semanal. E olha a boa notícia: não tem muito mistério, desde que você saiba o que escrever – e como.

O segredo está justamente aí, né? Mas olha: isso você vai pegando com o tempo. O que eu quero te mostrar aqui neste texto é como lidar com outras questões mais técnicas – por onde mandar, que dia e que horário – e te dar algumas dicas que vão te ajudar a encontrar a voz da sua newsletter.

E a voz da sua newsletter é a voz da sua empresa. Mas já estou começando a dar spoilers. Vamos logo pro texto senão já vou contar tudo aqui na introdução.

Ferramentas para fazer uma newsletter semanal

O que você precisa, de imediato, é de uma plataforma de disparo de e-mails. Elas são várias, sendo que o que muda de uma pra outra são detalhes relacionados à automação de marketing e outras facilidades.

A RD Station, por exemplo, que é a que a gente usa, permite a criação de landing pages, configuração de fluxos automatizados, um editor poderoso de layouts dos e-mails e mais algumas outras funcionalidades mais avançadas.

Tela de computador mostrando o Gmail aberto.

Mas existem outras plataformas mais simples, focadas só no envio. Vou listá-las aqui e deixar alguns links pra ficar mais fácil você entender qual delas vai te ajudar melhor. Olha aí:

  • RD Station: para controlar completamente seu marketing, com foco em inbound e vendas. Ele tem dashboard vinculado ao Google Analytics, editor de landing pages, permite a criação de fluxos e muito mais. O preço, porém, está de acordo com essas funcionalidades e o investimento vai ser maior que de outras plataformas mais simples;
  • Leadlovers: plataforma mais focada na construção e disparo de e-mails. Você pode construir landing pages, gerir seus contatos e leads, enviar SMS e mensagens por WhatsApp, construir chatbots integrados no seu site e mais;
  • ActiveCampaign: plataforma mais voltada para a criação de fluxos automatizados de e-mail. Ela é bem robusta nesse sentido, além de permitir a criação de landing pages e segmentação de leads também;
  • Sendingblue: é uma plataforma nova, que veio para competir diretamente com o Mailchimp. Oferecem um foco maior em e-mail marketing e diz ser mais barata.

Essas são algumas plataformas de e-mail marketing em atividade hoje. São todas fáceis de contratar, algumas um pouco mais complicadas de usar. E uma vez que você se decide por uma delas, é hora de pensar em como criar a sua audiência para fazer uma newsletter semanal.

Bora lá!

Como conseguir contatos para a sua newsletter semanal?

Ah, agora que começa a parte bacana do texto. Se você quer saber como fazer uma newsletter semanal, mas não sabe de onde partir, comece criando seu mailing.

Mailing é o nome que damos a uma lista de e-mails que você tem na sua base de contatos. E o jeito de conseguir uma, se você não tiver, é através de cadastros. Certo, mas como conseguir esses cadastros?

Bom, quem tem um e-commerce pode perguntar, de acordo com a LGPD, se a pessoa aceita receber comunicações da empresa no momento do cadastro no site. Qualquer outra empresa que trabalhe com serviços que exigem esse cadastramento também podem incluir essa informação.

Quando seu lead diz que aceita receber as comunicações, ele já faz parte do seu mailing. E aí você já pode começar a disparar sua newsletter.

Quem não tem cadastro no site precisa oferecer conteúdo. É assim que você vai angariar mais contatos. Aqui na Cubo disponibilizamos uma série de materiais. Alguns através de landing pages que a gente mesmo constrói via RD Station, outras por meio de formulários que deixamos em textos-chave.

Veja um exemplo desse formulário, presente no texto Tipos de Briefing para Download:

Formulário da Cubo Amarelo para baixar o material “Briefing de blog posts”.

Um formulário desses nos traz mais de 200 contatos por mês. Simplesmente porque o texto é bom o suficiente para aparecer na primeira página e o conteúdo é bom o suficiente para que as pessoas deixem seu e-mail para baixá-lo.

Outro exemplo, esse de uma landing page:

 Landing Page da Cubo Amarelo para baixar o material “Agência: ter ou não ter?”.

Essa é a parte de cima da landing page. Quando a pessoa clica em “baixar grátis”, ela é redirecionada para esse formulário:

Formulário da Landing Page “Agência: ter ou não ter?”

Veja que esse formulário, presente na landing page, é muito mais completo que o que a gente colocou no meio do texto, pra baixar o briefing. Isso porque essa pessoa, que converte nessa LP, tem mais valor estratégico e está mais próxima da venda. Então, eu preciso do máximo possível de informações dela.

Nesse caso, e-mail, telefone, nome da empresa e o número de colaboradores. Assim, com a ajuda do RD Station, eu consigo fazer uma newsletter semanal para todos os contatos e criar campanhas segmentadas de acordo com a minha qualificação de leads.

Como escrever uma newsletter semanal

Aí essa parte é quase toda com você. É muito difícil eu te falar o tipo de conteúdo que você vai precisar escrever sem saber o que sua empresa faz e como você normalmente se comunica.

Mas existem alguns pontos fundamentais que eu consigo te ajudar. Alguns que não mudam de empresa para empresa, são universais. Vem saber mais:

1 – Identifique conteúdo relevante para seu público

Conteúdo é o que você já faz – desde que as outras pessoas queiram ler.

Sua empresa faz algum tipo de pesquisa? Compartilhe o que você encontrou. Se você não faz, que tipo de materiais seus colaboradores, executivos e diretores lêem? Compartilhe também.

Uma newsletter semanal é um convite para conversa. Você não está necessariamente tentando vender, só criando um relacionamento com seu público. Conteúdo bom é conteúdo interessante.

E o que você tem de interessante pra compartilhar? Um exemplo interessante aqui é a news da the bizness. Olha o que eles costumam fazer:

Captura de tela de um e-mail do the bizness

O que eles mandam são comentários de notícias que estão acontecendo no mundo, ilustradas com infográficos ou só com fotos mesmo. Dá super certo.

A nossa segue um modelo similar:

Captura de tela de um e-mail da News da Cubo.

O importante para a sua newsletter é entregar conteúdo de qualidade dentro de um conceito bem estabelecido. O nosso é simples: na sua próxima reunião, você vai ter algo interessante pra falar. A do The bizness, aí em cima, é a mesma coisa. Qual é o seu?

2 – Escreva títulos matadores

Essa deveria ser sua maior preocupação ao pensar em como fazer uma newsletter semanal. Os títulos dos e-mails são importantíssimos para o sucesso da sua comunicação.

Temos um texto muito completo falando sobre isso, é o “como escrever e-mail marketing com o método Cubo Amarelo”. Basicamente, o título do e-mail é o que vai garantir que você tenha uma boa taxa de abertura.

Em um dos nossos e-mails, o título era “Haja álcool gel”, despertando a curiosidade do leitor, e tivemos uma taxa de abertura de 27%. Isso é 10% a mais que a média do nosso segmento.

Captura de tela da RD Station mostrando as estatísticas da News da Cubo “haja álcool gel”.

Tenho um outro texto que fala especificamente dos títulos de e-mails, além do que eu mencionei ali em cima. Lá, minhas dicas para um título de e-mail chamativo são:

  • Estimule a curiosidade do leitor;
  • Entenda o que seu mailing está esperando receber de você;
  • Se for um material atraente, fale qual é;
  • E por último: seu título precisa ser curto.

Essa última dica vale ouro. E lembre-se que ouro vale mais do que dinheiro. Veja essa tabela que mostra a quantidade de caracteres no título e a taxa de abertura correspondente:

Tabela da marketo mostrando taxas de abertura de acordo com a quantidade de palavras no título de um e-mail.

O que ela nos diz é simples: 7 palavras é o ideal para qualquer tipo de e-mail. Com 8 palavras, a taxa de abertura cai pela metade. Pense nisso.

3 – Não tente vender – tente encantar

Tudo no marketing digital e no marketing inbound tem um objetivo simples: vender. Cada interação com o cliente, cada mínimo detalhe na hora da abordagem, tudo leva para a venda.

Mas nem tudo precisa ter cara de venda. Por isso, ao entender como fazer uma newsletter semanal, pense menos em escrever como um vendedor. Porque escrever um bom material que não vende te coloca mais próximo da venda.

Parece paradoxal, mas vou te explicar melhor.

A newsletter é parte de um trabalho de relacionamento e nutrição de leads. Relacionamento com quem já comprou e já conhece sua marca – estimulando a recompra. E nutrição com quem ainda não comprou, mas você espera que compre.

Nenhum desses perfis de lead está pronto para comprar agora. E não vai ser com a sua newsletter que ele vai imediatamente decidir comprar.

O trabalho de relacionamento e nutrição tem foco na venda, mas não precisa vender descaradamente. Assim como um blog leva tráfego para o seu site para que ele percorra um funil de vendas, a sua newsletter tem uma função específica. Tem foco na venda, mas não vende diretamente.

Dois envelopes antigos com bordas azuis e vermelhas. Atrás, papéis com escrita à mão.

Como se organizar para fazer uma newsletter semanal?

Agora, de longe, essa é a parte mais difícil do texto.

Uma newsletter semanal não é uma tarefa fácil. Lembre-se: você ainda tem muito trabalho pra fazer todo dia. Para uma newsletter, você precisa dedicar várias horas na semana para encontrar o conteúdo que você quer compartilhar – para ter uma ideia do que você quer falar. E aí mais algumas horas para sentar e escrever.

Fazer uma newsletter semanal não é trabalho para uma pessoa que tem outra função na empresa. Você precisa de alguém dedicado do marketing para fazer a redação.

Essa pessoa pode ter outras responsabilidades? Claro, mas para garantir a qualidade da sua newsletter, ela precisa ter no mínimo um tempo alocado pra fazer só isso.

Talvez você esteja pensando se você consegue contratar alguém pra fazer só isso. Não é todo mundo que consegue – especialmente empresas pequenas.

Por isso, quero te fazer um convite: pare de pensar no “será” e tenha certeza se você consegue fazer uma newsletter semanal internamente ou se você precisa de uma agência.

Como? Baixando esse material grátis. Você não vai precisar falar com ninguém, só seguir alguns passos para descobrir. E aí, anima? Então é só clicar aqui no link para acessar.

Um abração. A gente se vê.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

cuboamarelo

Você provavelmente já ouviu falar em Inbound Marketing e também em Marketing de Conteúdo, mas você sabe a …

cuboamarelo

O algoritmo de busca do Google é uma das ferramentas tecnológicas mais influentes já criadas no mundo. Estima-se …

cuboamarelo

Hoje vamos falar para você as vantagens da utilização dessa técnica que não para de crescer no mercado

Inscreva-se no Blog

Quer receber nossos conteúdos por e-mail sempre que tiver novidades? Assina aí a nossa newsletter!