Como fazer SEO local em 2022?

Pessoa utilizando o notebook para fazer uma busca no Google.

Para começar a falar sobre SEO local, já vou te dar um exemplo prático que você provavelmente já fez ou faz na sua rotina:

A cena é a seguinte, você quer comer uma pizza no sábado a noite por exemplo, mas não faz ideia de onde ir. Qual a sua primeira ação a fazer diante dessa situação? Ifood não ajuda, porque você quer ir até a pizzaria. O jeito mais simples de saber é perguntando pro Google.

É nessa hora que você vai procurar por palavras chave como “pizza uberlândia” ou “pizzaria uberlândia” no Google. Claro, com o nome da sua cidade. E aí, de acordo com as melhores avaliações, distância e horário de funcionamento, você escolhe e vai.

Print com exemplo de busca de pizzarias em SEO local.

Hoje, quero mostrar pra você que esse exemplo é o mais básico de todos. E que como o SEO local vai muito além de fazer pizzaria aparecer no Google. Quem tem um negócio – seja comércio ou serviços – simplesmente precisa fazer.

Tudo pronto por aí? Bora começar?

O que é SEO local?

Quando falamos em SEO local, estamos nos referindo ao processo de melhorar a visibilidade de empresas locais nos mecanismos de buscas – sendo o Google o principal deles – , aumentando o tráfego orgânico do site com pessoas da região e atraindo mais clientes para o local físico.

Essa otimização para pesquisa local é importante principalmente para aquelas empresas que atendem bairros, cidades, estados ou regiões específicas. São empresas que:

E por aí vai. Em poucas palavras, são empresas que atendem principalmente localmente ou estão buscando crescer na cidade que atuam.

Dados mostram que 46% de todas as pesquisas do Google estão procurando informações locais, e 72% dos usuários que estão pesquisando sempre visitam uma loja em uma área de até 8km de onde estão.

Diante desses dados bem expressivos, fica claro a importância da aplicação de estratégias de SEO local para a visibilidade do seu negócio.

A seguir, vamos explicar um pouco mais sobre como funciona essas otimizações e como aplicá-las. Vem com a gente!

Saiba como funciona o SEO local

Quando você procura por “pizzaria uberlândia” no Google, o resultado exibido vai seguir a hierarquia básica do SEO local, que chamamos de Google 3-Pack:

  • Primeiro, os anúncios pagos;
  • Depois, os snippets com o Google Maps;
  • Por último, os resultados orgânicos.

Basicamente como esse mapa do Backlinko mostra:

Print reproduzido pelo site Backlinko mostrando como o 3-Pack funciona.
Reprodução: Backlinko

Faça uma pesquisa com uma palavra-chave local e veja você mesmo como funciona. A maioria das páginas de resultados vai estar assim, mas não todas. Nas que não estão, claramente falta um trabalho de SEO local no segmento analisado.

Para aparecer nessa listagem, o Google usa uma variedade de fatores de classificação que levam em conta:

  • Localidade de quem está pesquisando;
  • Presença no Google Maps;
  • Presença no Google Meu Negócio;
  • NAP: name, address & phone number (nome, endereço e número de telefone);
  • Site configurado com palavras-chave localizadas;
  • Avaliações de outras pessoas;
  • Palavras-chave usadas nas avaliações;
  • Número de check-ins no local;
  • Compartilhamento nas redes sociais;
  • Classificação de estrelas feitas no Google Maps pelos clientes.

Esses são os critérios básicos. O que o Google quer saber com eles é se você é relevante o suficiente localmente para ser exibido em uma pesquisa. Logo abaixo, vou falar mais sobre como sinalizar isso pra ele. Olha só:

Como fazer SEO local?

Mão segurando um celular com o Google Maps aberto em uma pesquisa de SEO local.

Diferente do SEO tradicional, onde o objetivo maior é a geração de tráfego orgânico para o site e que os visitantess fiquem no site pelo maior tempo possível, o SEO local busca ser mais rápido.

Quem está procurando quer saber informações úteis sobre o negócio o mais rápido possível – endereço, número de telefone e horário de funcionamento do local que pretendem ir. Para complementar, acabam dando uma olhadinha também no que outras pessoas estão falando do local.

Justamente por isso, o SEO local é programado através do componente geográfico com algoritmos de busca local. Onde o buscador entende que a pesquisa procura por lugares próximos de onde a pessoa está.

Se você quer usar essa estratégia para atrair mais consumidores para o seu estabelecimento, existe um jeito de fornecer informações atualizadas e reuni-las para que o SEO local funcione bem. Esse jeito é pelo Google Meu Negócio.

Otimização para o Google Meu Negócio

Estar no Google Meu Negócio é essencial para que a sua empresa comece a aparecer nas buscas de quem está procurando pelo seu tipo de serviço.

Para usufruir dos benefícios da plataforma, basta fazer seu cadastro no Google Meu Negócio e fornecer corretamente todos os dados necessários para começar a aparecer nas pesquisas.

Como já citamos anteriormente, um dos fatores de rankeamento de buscas do SEO local, é a utilização do NAP. A sigla corresponde ao nome, endereço e número de telefone do negócio.

Print de um exemplo de NAP utilizado em SEO local.

Mas muito mais que apenas esses dados, um bom NAP precisa ser consistente e completo. Por isso, não deixe de aproveitar tudo que o recurso que o Google Meu Negócio tem a oferecer. Isso inclui a publicação de fotos, novidades, perguntas e respostas e interação com o público.

Quanto mais completo e atualizado seu perfil estiver, maiores serão as chances de ser bem rankeado e visualizado pelos clientes.

Use palavras-chave relevantes para o seu local

Ao pensar no seu negócio, quais são as palavras-chaves que vem à mente? Saber utilizar essa estratégia também é um grande diferencial de sucesso, gerando ótimas oportunidades de rankeamento.

Para ajudar nisso, você pode utilizar ferramentas de SEO que auxiliam na construção de palavras-chave, como:

Print de pesquisa no Google mostrando quais são as palavras relacionadas à pesquisa

Já que estamos falando de SEO local, é importante fazer a construção da busca de palavras-chave de acordo com as buscas locais na sua região. Feito isso, é hora de aplicá-las utilizando a própria plataforma do Google Meu Negócio.
Crie conteúdos específicos para a sua região

O perfil no Google Meu Negócio está completo, a utilização do NAP está consistente e a aplicação das palavras-chave estão corretas. E agora, para por aí? A resposta é não!

Se você quer que seu negócio seja visto, é preciso se diferenciar entre os seus concorrentes e investir um pouco mais de tempo em fatores que só aumentam a possibilidade de melhor rankeamento. Além de atrair clientes para o seu local físico, essa é uma ótima oportunidade para chamar também leitores para o seu blog ou site.

Não fique de fora das notícias, assuntos ou acontecimentos locais que tenham a ver com o seu nicho. Voltando ao exemplo da pizzaria que falamos lá no início, se essa for a sua área. Você pode trazer notícias sobre feiras gastronômicas que estejam ocorrendo na sua região, ou até mesmo listar os sabores de pizza mais pedidos.

Ao criar essas postagens certifique-se de vincular sua página na localização da sua área. E não se esqueça também, de utilizar as palavras-chave que servirão de orientação para as buscas locais.

Faça auditorias de SEO local

Mesmo que tudo pareça estar funcionando bem, com todas as orientações sendo seguidas e dominação dos fundamentos da ferramenta. É interessante que você realize auditorias abrangentes, com a finalidade de ver o que precisa ser melhorado para atingir melhor o seu objetivo.

Essa auditoria pode incluir as seguintes ações:

  • Análise de concorrência: como seu site se difere ao da concorrência? Como é o seu posicionamento, conteúdo e design? Existe algo que possa mudar quanto ao conteúdo e acesso?
  • Auditoria no Google Meu Negócio: seu site aparece nos mecanismos de busca? As informações são verídicas?
  • Auditoria no SEO da página: todos os elementos de SEO importantes na classificação estão sendo utilizados?
  • Auditoria no site: como está o desempenho do seu site?
  • Auditoria no Google Search Console: o seu site é rastreável? Existe algum erro identificado quanto à indexação?

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre SEO local e como ele pode ser indispensável para o seu negócio ser visto. Que tal baixar nosso e-book Agência – ter ou não ter?

Nele você vai entender mais sobre esse mundo fantástico do Marketing Digital, e como uma agência pode ser essencial para melhorar sua presença online! E o melhor? É gratuito e sem compromisso!

Até a próxima!

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

cuboamarelo

Você provavelmente já ouviu falar em Inbound Marketing e também em Marketing de Conteúdo, mas você sabe a …

cuboamarelo

O algoritmo de busca do Google é uma das ferramentas tecnológicas mais influentes já criadas no mundo. Estima-se …

cuboamarelo

Hoje vamos falar para você as vantagens da utilização dessa técnica que não para de crescer no mercado

Inscreva-se no Blog

Quer receber nossos conteúdos por e-mail sempre que tiver novidades? Assina aí a nossa newsletter!