Como fazer a gestão de marketing da sua empresa?
Home / Uncategorized / Como fazer a gestão de marketing da sua empresa?
time-gestao-marketing

Como fazer a gestão de marketing da sua empresa?

Olha, fazer a gestão de marketing da sua empresa sozinho é uma tarefa complicada. Muita gente acaba chegando nessa posição sem um rumo, sem caminho a seguir. E aí vem aquela ansiedade dupla: vontade de fazer e medo de não conseguir.

Mas calma, vai dar tudo certo. Não por mérito total deste texto, mas pelo seu próprio. Vou te dar dicas valiosas pra você se inspirar, partindo da experiência, e o resto é contigo.

Fazer gestão de marketing em uma agência é uma realidade bem diferente da que você vai precisar fazer aí na sua empresa. Aqui a gente cuida de várias contas ao mesmo tempo e a equipe é separada em vários squads.

A boa notícia é que você não vai precisar se desdobrar em três para fazer a sua gestão de marketing. Vou trazer aqui o que a experiência me ensinou, juntando todas as necessidades que já passaram por mim em todas as contas que eu já atendi.

Espero que te ajude. Vamos lá?

1 – Você precisa de uma equipe

Tem um erro bem comum que eu percebo em empresas que só têm uma pessoa para fazer a gestão de marketing: o acúmulo de funções.

Muita gente que passou por entrevistas aqui na Cubo contava a mesma história: “lá na empresa eu que fazia a gestão de marketing. E escrevia os posts. Ah, e também sei o básico de Photoshop, porque fazia arte também. E eu que escolhia o que a gente ia postar no mês e atendia os contatos no Instagram”.

Sério, isso não existe. Além de ser errado no ponto de vista trabalhista, também é uma receita para o burnout – você se estressa e se exaure mentalmente a ponto de não conseguir fazer nada.

Equipe de gestão de marketing trabalhando em volta de uma mesa.

Então, se você está com a gestão de marketing da empresa, o primeiro passo é ter uma equipe. E ela nem precisa ser muito grande. Olha só esse esqueminha rápido:

  • Produção só em redes sociais – você precisa de um redator ou social mídia e um diretor de arte + você;
  • Produção em blogs e redes sociais – você precisa de um redator ou social mídia, um revisor e um diretor de arte + você;
  • Materiais ricos, e-mails, blogs e redes sociais – um redator, um social mídia, um revisor, um diretor de arte + você;
  • Tudo isso mais mídia offline e campanhas – um redator, um social mídia, um revisor, um diretor de arte, um gestor de tráfego/mídia + você;
  • Tudo isso mais desenvolvimento de páginas web – um desenvolvedor, dois redatores, um revisor, um diretor de arte, um gestor de tráfego + você.

Mas calma! Isso é no mundo ideal e com um volume bem alto de demanda, ações e campanhas. O mais importante que eu quero dizer aqui é que fazer uma gestão de marketing bem feita vai requerer uma equipe. O processo de contratação, porém, é longo.

Se você está nessa situação e precisa colocar seu marketing para rodar o quanto antes, veja a próxima dica:

2 – Contrate uma agência

Isso pode soar suspeito vindo de uma agência, mas é verdade: sem uma equipe não dá pra trabalhar. E se não tem equipe, a saída é terceirizar.

Na verdade, a não ser que você tenha entrado na empresa justamente para contratar pessoas e montar uma equipe própria, é muito mais provável que fechar uma parceria terceirizada é o que esperam de você.

O trabalho de uma agência muitas vezes é mais barato do que contratar todas essas pessoas – e a expertise é garantida. Até você ter uma equipe 100% funcional, com todo mundo trabalhando no máximo do seu potencial esperado, uma agência já te mostrou resultados.

Por outro lado, dependendo do formato ou serviço contratado, você não terá uma equipe dedicada apenas no seu projeto, né? Nessa hora você tem que alinhar muito bem o que você precisa e o que a agência vai te entregar.

A escolha definitiva sempre tem que levar em consideração os seus objetivos e em quanto tempo você precisa alcançá-los.

Mas se você está decidido que o caminho é montar uma agência in house, eu tenho mais 3 dicas certeiras aqui na sequência. Desce aí!

Agência de publicidade e gestão de marketing, com computadores, pessoas trabalhando e um escritório descolado.

3 – Organize a gestão de marketing formalmente

A organização é o mais importante da gestão de marketing. Sem ela, seu trabalho vai ficar muito mais difícil e você pode encontrar situações difíceis de resolver.

Um exemplo claro: nossa organização é feita através de um servidor dedicado e Google Docs. Um belo dia o servidor encheu e a equipe de T.I. demorou algum tempo para resolver. Durante esse tempo, usamos o WeTransfer.

Deu pra contornar? Deu. Mas até hoje encontramos problemas com peças que precisamos consultar e que não existem mais. Arquivos no Photoshop que precisamos e que não estão em lugar nenhum.

 Pessoa usando computador, fazendo a gestão de marketing via Google Analytics

Sem uma organização formal, você vai encontrar problemas do mesmo jeito. Veja algumas dicas para fugir deles:

  • Evite apagar peças e briefings: toda peça tem um briefing, certo? O resultado final (a peça) e o seu briefing não podem ser apagados. Mantenha como back-up para consultas futuras;
  • Tenha um ambiente centralizado: pode ser o Google Drive, uma pasta no servidor da sua empresa ou até um HD externo – mas tudo o que você produz precisa estar em um local de fácil acesso para toda a equipe. Quem escreve o texto acha o briefing nesse local, quem faz a arte também, quem vai postar… adivinha: também;
  • Formalize como nomear arquivos: isso deixa o processo de busca muito mais fácil e a publicação mais certeira. Como errar, se tudo é padronizado?

4 – Crie um fluxo de trabalho formalizado

Esse é o passo mais importante da sua gestão de marketing. Se você já fez tudo o que eu te indiquei até agora, está tudo praticamente pronto pra você seguir com o seu departamento.

O que você vai fazer agora é definir como o trabalho será realizado, quem é responsável pelo que e quando.

Um exemplo: qual é o processo de criação de um blog post? É só começar a escrever? Não mesmo. Primeiro vem o calendário editorial lá no mês anterior. Depois vem a redação, pelo menos duas semanas antes da publicação. Aí tem a revisão, a aprovação com uma semana de antecedência. E só depois a publicação.

Ter esse controle é fundamental em todas as peças. É assim que a gente faz na Cubo e o nível de controle e visão que isso traz é de outro mundo.

A qualquer hora do dia, se alguém me disser que o post X está na etapa Y, eu já sei se ele está dentro do prazo, se vamos precisar acelerar ou se está tudo certo.

Homem escrevendo uma estratégia de workflow em quadro branco.

Veja algumas dicas de como criar um fluxo de trabalho na gestão de marketing da sua empresa:

  • Defina etapas: cada peça, como no exemplo, precisa de etapas. Primeiro isso, depois aquilo e assim por diante;
  • Defina prazo: para cada etapa de uma peça deve haver um tempo hábil para execução;
  • Padronize o que der: o tempo para escrever 1 blog post é bem maior do que escrever um post de mídias sociais. Mas, para equalizar, peça que o redator escreva uma semana inteira de posts nas redes sociais. Assim o tempo fica similar e você pode manter prazos padronizados em cada etapa ao invés de cada peça;
  • Acompanhe sempre: o processo funciona, mas você ainda vai precisar acompanhá-lo. Mas evite o micromanagement: se inclua em todas as tarefas como aprovador final que todos os fluxos vão passar por você.

5 – Envolva toda a sua equipe

A gestão de marketing feita só por uma pessoa, como eu disse lá em cima, é complicada. Na verdade, gostaria até de ratificar isso. Ela está fadada a fracassar.

Todo mundo passa por bons momentos e outros nem tanto. Envolvendo sua equipe no seu processo, você se previne contra você mesmo.

Criar pautas e discutir novos posts não é um trabalho simples. Encontrar erros e corrigi-los também não. Então por que fazer isso sozinho se sua equipe inteira pode ajudar?

Pessoas da gestão de marketing fazendo uma reunião. Uma mulher está colando adesivos na parede enquanto seus colegas estão sentados em volta da mesa.

Para fazer isso, é só seguir essas últimas dicas:

  • Faça reuniões todo dia para falar do trabalho de hoje e do de ontem – o que deu certo? O que deu errado?
  • Faça reuniões de pauta para discutir os assuntos a tratar nos blogs e nas redes sociais;
  • Estimule a interação da equipe com ela própria;
  • Sempre esteja aberto a sugestões.

Parece básico, não é? Mas você não tem ideia de quantas pessoas na gestão de marketing encaram a equipe como um apoio e não como construtores de um trabalho conjunto.

Bom, e é nesse espírito colaborativo que a gente termina o texto de hoje. O que você achou? Diz aí nos comentários. E para continuar a conversa, vem ver meu texto sobre briefings. Tenho modelos grátis lá para download que vão te ajudar muito.

Até a próxima!

Sobre Thiago Sgobero

Vindo da mesma cidade em que nasceu Drummond, tem no sangue o amor pela linguagem, e no marketing de conteúdo é onde exerce sua paixão sem medo de ser feliz. Com muita história pra contar e a certeza absoluta de que quem tem boca vai mesmo à Roma, quer transformar o mundo com a força das palavras - principalmente se elas forem palavras-chave.

Confira também

photoshop-usando-muita-memoria-2

Seu Photoshop está usando muita memória RAM?

Toda vez que você abre o Photoshop o desempenho do seu computador diminui bastante? Ele …